Boneca Momo aparece em vídeos do Youtube e ensina suicídio


IG · 
Marco 18, 2019
Reprodução/Twitter
 
Boneca Momo foi inserida por hackers em alguns vídeos infantis do YouTube e ensina crianças a cometerem suicídio

Uma boneca macabra está assustando crianças em todo o mundo. Batizada de Momo, a personagem, que tem aparência assustadora, foi inserida em diversos vídeos de conteúdo infantil do YouTube Kids, plataforma feita especialmente para crianças, e aparece em momentos aleatórios, no meio das imagens, com mensagens suicídas. 

Sem qualquer aviso prévio, imagens da Momo estão inseridas dentro de vídeos feitos para o público infatil. Assim, enquanto as crianças assistem um determinado programa ou o clipe de uma música, as imagens são interrompidas para darem lugar à boneca. 


Em inglês, ela dá instruções de como cometer suicídio . Mas é preciso tomar cuidado: nem apenas as crianças que entendem a língua estão sujeitas ao perigo. Além do áudio ensinando como cortar os pulsos com diversos objetos que podem estar presentes em casa, também há imagens demonstrando o ato, fazendo com que se torne facilmente imitável pelas crianças.

Há relatos de aparição da boneca no meio de vários vídeos do YouTube Kids : alguns em que crianças fazem slime, em episódios de desenho e até mesmo roubam alguns minutos de músicas infantis, como a famosa " Baby Shark ".
No Twitter, diversos usuários começaram a confirmar o problema, deixando o assunto entre os mais comentados da rede social. Os internautas afirmam que as crianças de sua família ou de conhecidos já sabiam quem era a boneca Momo e que estavam com medo.


Há também relatos de que, além de cometer suicídio, a personagem estimula as crianças a fazerem outros desafios, como esfaquear outras pessoas da casa. Para influenciar os pequenos a realmente fazerem o ato, a boneca retorna no fim do vídeo com ameaças e diz que, caso a criança não cumpra a ordem, ela vai voltar para pegá-la durante a noite. Assim, causando medo, é mais provável que a criança realmente o faça.
Confira:
 









YouTube diz que Momo não foi encontrada