App Store gerou duas vezes mais receita do que a Google Play em 2018

Olhar Digital

A Apple lidera há muito tempo seu principal rival na receita de aplicativos em sua App Store, gerando consistentemente cerca de duas vezes mais receita do que o Google Play em compras no aplicativo, assinaturas e aplicativos pagos.

Como mostram os dados mais recentes da Intelligent Store, essa liderança também existe em outro patamar: quantos novos desenvolvedores que chegam a faturar US$ 1 milhão cada loja está gerando anualmente. De acordo com a pesquisa, 164 produtoras ganharam seu primeiro US$ 1 milhão em receita líquida na App Store dos EUA até agora este ano, quase o dobro dos 88 desenvolvedores que fizeram o mesmo na Google Play.

O número de produtores que atingiu US$ 1 milhão no primeiro ano de atuação na App Store dos EUA cresceu aproximadamente 15% em relação a 2017, dos quais fazem parte 143 produtores.

Divisão por foco da categoria

Analisando mais de perto os dados, podemos ver um forte contraste entre o local onde os novos desenvolvedores de US$ 1 milhão de cada categorias alcançaram seu sucesso - e como isso mudou com o tempo. Os gráficos abaixo mostram como o foco de categoria desses editores se manteve em 2018.

O que se destacou, no entanto, é que a porcentagem de novos editores da categoria Jogos no iOS declinou 10% em relação a 2017 e mudou para outras categorias, incluindo estilo de vida e Saúde e Fitness, que aumentaram seus números de 5 e 6% para 10 e 12 por cento do total, respectivamente, em relação a 2017.

Exemplos de editores que atingiram ou excederam o marco de receita de um milhão de dólares pela primeira vez neste ano nessas categorias incluem OMG / Can Meditate (Breethe), Bending Spoons (30 Day Fitness Challenge) e Genesis Technology Partners (BetterMe).



No Google Play dos EUA, onde a categoria Jogos contribui com cerca de 84% de todos os gastos do consumidor, o foco nessa categoria até os novos editores de 1 milhão de dólares de 2018 foi pronunciado em 65%. Nenhuma outra categoria representou aumento em mais do que um único dígito em porcentagem, com a categoria Social sendo a maior com 6%.

Com base nessas pesquisas, a Apple parece destinada a controlar sua posição como a plataforma mais lucrativa para desenvolvedores de dispositivos móveis para 2019.