Não basta quitar o carnê para chamar o veículo de seu. Entenda

extra.globo.com


Quem acredita que basta quitar o carnê do financiamento para dizer que o carro é seu está muito enganado. Para que o veículo passe oficialmente para seu nome no documento é preciso pagar o Duda de Baixa de Gravame Comercial (código 018-3, R$ 127,43 ). Isso serve para leasing, alienação ou reserva de domínio.
De acordo com o Detran, só será possível fazer a transição do nome caso estejam quitadas todas as demais dívidas, como multas e IPVA.
Veja como resolver essa questão da baixa de gravame no documento e chamar o carro, definitivamente, de seu:
- Baixe o formulário e o Duda no site do Detran;
- Pague os R$ 127,43 (Duda) referentes ao serviço e marque o agendamento. Um novo documento será gerado sem ter o nome do banco onde você fez o financiamento.
Vale lembrar que, se o Duda for pago em dinheiro, é possível fazer o agendamento em 24 horas. Em cheque, somente seis dias depois. Esses são os prazos dos bancos para que o pagamento caia no sistema do Detran.
A publicitária Camila França, de 37 anos, disse que só descobriu que deveria pagar o Duda quando precisou agendar a vistoria do carro.
“Quando solicitei a vistoria do carro, o site do Detran me informou que havia algo pendente. Levei um susto e corri para o boleto, para checar se faltava algum pagamento. Foi aí que entendi o que era gravame comercial”, lembra.
Camila conta que acreditava que bastava pagar o carnê para que o carro passasse automaticamente para seu nome:
“Nunca imaginei que era preciso pagar um Duda para dizer que quitou o carro. Para mim, era como se fosse quitar o carnê de uma geladeira”.