App de VPN Hola pode 'roubar' sua conexão e expor seu PC a riscos

olhardigital.com.br
Um relatório da Trend Micro apontou que o serviço de VPN gratuito Hola pode expor os dados do usuários a riscos. Popular entre os usuários de Netflix no Brasil, o aplicativo de VPN estaria vendendo parte da banda de internet dos computadores como uma rede comercial do programa Luminati. A ação poderia abrir brechas para invasões nos sistemas e roubos de dados.


De acordo com a publicação do TechRadar, a Trend Micro analisou 100 milhões de URLs digitalizados anonimamente. A pesquisa constatou que cada computador com a versão gratuita do HolaVPN estava sendo usado como um ponto de saída monetizado pelo Luminati, que oferece redes de proxy domésticas. A empresa de segurança mostrou ainda que 85% do tráfego foi direcionado para anúncios móveis e outros domínios e programas relacionados a smartphones.
Ao usar o computador do usuário como uma ponta de uma rede proxy, o HolaVPN pode ainda facilitar a invasão da máquina por criminosos. No caso do uso em PCs empresariais, isso tende a ser mais arriscado, tendo em vista a atratividade de informações comerciais para cibercriminosos. Por fim, há ainda a possibilidade de que a banda de internet do usuário seja utilizada na criação de uma rede botnet, voltada para a execução de atividades ilegais e ataques direcionados.
Veja também:Antivírus: como agendar uma varredura automática contra ameaças no Windows 10 Twitter finalmente libera botão que facilita a troca por feed cronológicoEx-NASA cria 'bomba de glitter e pum' para pegar ladrões de encomendas; assistaAtualização de Outubro do Windows finalmente já está disponível para todos
Ao que tudo indica, o problema afeta apenas a versão gratuita do HolaVPN e não os assinantes do pacote premium. Ainda assim, o caso levanta a discussão sobre a importância de escolher bem os serviços de redes privadas, especialmente os gratuitos. Afinal, aplicativos mal intencionados podem colocar dados das pessoas em risco.