Pesquisa indica por que usuários trocam o Android pelo iOS (e vice-versa)

MacMagazine · 
Luiz Gustavo Ribeiro · Agosto 24, 2018
Enquanto o iOS e o Android forem os dois maiores sistemas operacionais móveis do mundo — e não há nenhuma perspectiva de que isso mude —, as comparações e pesquisas entre eles continuarão. Desta vez, segundo um estudo divulgado pela PCMag (feito com 2.500 consumidores americanos), usuários alternam entre as plataformas de acordo com o melhor preço de aparelhos, enquanto outros vão em busca do dispositivo com a melhor experiência no geral.
De acordo com o resultado da pesquisa, 18% dos entrevistados migraram do Android para o iOS — contra 11% que foram na direção oposta. Mais da metadedos participantes (54%) possui um iPhone, enquanto aproximadamente 27% possuem um dispositivo da Samsung e o restante, dispositivos de outras marcas que utilizam o sistema Android.
Entre os motivos que levaram aos antigos clientes do Android migrarem para o iOS, 47% responderam que optaram pelo iPhone para ter uma melhor experiência de uso — esse mesmo motivo também levou 30% dos entrevistados a abandonarem o iOS pelo Android. A segunda maior vantagem do Android em relação ao iOS foi o custo: 29% dos usuários do Android citaram os preços mais baixos dos aparelhos que vão com esse sistema — contra 11% que afirmaram mudar para o iOS pela economia.
Por pouco, os dois sistemas em questão não empataram no critério “melhor recursos” (câmera, interface do software, etc.). Nesse quesito, o iOS levou a melhor e ficou com 25% da opinião dos consumidores, contra 24% do Android. Ainda assim, o sistema operacional em si não foi o principal motivo que levou à mudança entre o iOS e o Android pelos participantes (apenas 19% disseram migrar por esse motivo). Como dissemos, o critério principal foi o preço (33%) seguido pela marca (26%) — se bem que, no mundo Apple, a marca e o sistema operacional são praticamente sinônimos.
Enquanto as principais fabricantes de smartphones investem em novas tecnologias para deixar seus aparelhos ainda mais robustos e aproveitar o máximo dos sistemas operacionais, elas também utilizam outros métodos (leia-se: publicidade) para atrair usuários. Em fevereiro passado, a Apple lançou mais comerciais da série “A vida é mais fácil no iPhone”, nos quais ela destacou os apps para migrar do Android para o iOS, o suporte mundial e, obviamente, as atualizações frequentes do seu sistema.
Tomara que uma nova pesquisa, similar a essa, seja feita quando a Apple lançar a sua nova linha de iPhones, no próximo mês — que deverá ser constituída por um modelo com display OLED1 de 6,5″, um com display LCD2 de 6,1″ e outro (possível sucessor do iPhone X) com tela OLED de 5,8″. Se o modelo intermediário realmente for mais acessível, é provável que muitas pessoas que migraram para o Android pelo custo dos aparelhos retornem para o iPhone — ou não.
de Apple
Preço à vista: a partir de R$ 6.299,10
Preço parcelado: em até 12x de R$ 583,25
Cores: cinza espacial e prateada
Capacidades: 64 GB ou 256 GB
Lançamento: setembro de 2017