Clientes de banco vão poder abrir e fechar contas pela internet

 A partir de agora, o cliente vai poder abrir e fechar a conta do banco pela internet. Essa medida já foi aprovada, mas é preciso investir em tecnologia para evitar fraudes.
É uma boa notícia, principalmente para quem fica naquela luta para fechar uma conta, não tem como perder muito tempo com isso.
É fila, pega a senha.. É um ganho, sim, para o cliente quando não tem muito tempo para ficar em fila, mas mecanismos vão ser criados para evitar vazamentos. Isso porque vão ser lançadas no sistema informações como documento de identidade, comprovante de renda... E entre as medidas de segurança, a ideia é identificar o cliente pela imagem ou voz.
Enfrentar fila para pagar contas, transferir dinheiro? Ninguém gosta. Tem muita gente se adaptando para fugir dessa agonia.
“Mais de 95% de tudo que eu faço, do ponto de vista bancário, é na internet”, declara Bruno Cerqueira, indigenista.

O Bruno está acima da média, mas hoje quase 60% das operações bancárias feitas no país são pela internet, no computador ou celular.
Atualmente, para abrir ou encerrar uma conta, é preciso ir pessoalmente ao banco. A partir de agora, os bancos poderão para oferecer esse serviço também pela internet. A ideia agradou.
“Evitaria filas, seria bem mais cômodo, em casa o acesso é bem mais fácil”, afirma a gerente comercial Karine Rosane.
Mas para facilitar a vida das pessoas e oferecer esse serviço pela internet, os bancos vão ter que se adaptar. Investir em programas que identifiquem o cliente pela imagem ou pela voz e, também, aumentar os sistemas de segurança para evitar que os dados do cliente sejam clonados, já que na hora de abrir a conta pela internet, a pessoa vai ter que apresentar e lançar os mesmos dados que hoje são exigidos pessoalmente, identidade, CPF e um comprovante de residência.
O mensageiro Gilmar Espírito Santo ficou com pé atrás.
“Facilitaria mais para os malandros né, para eles pegarem seu CPF e ficar comprando no seu nome, facilitaria muito para eles”, afirma o mensageiro.
O jornalista Lucas Carvalho, que já faz quase tudo pelo celular, torce para que esse serviço dê certo, mas diz que vai ser bom mesmo se conseguir acabar com a burocracia para encerrar a conta. Ele levou quase quatro anos para fechar uma conta que abriu quando ainda estava na faculdade e teve que pagar juros altos para acabar com o pesadelo.
“Abrir a conta foi rapidinho, ainda mais que foi na faculdade, nossa, foi no intervalo de uma aula para outra, tinha uma pessoa atendendo ali na hora, do banco, eu abri super rápido, não me cobraram nada, renda nenhuma, nada, e para fechar foi essa novela toda”, desabafa o jornalista.
O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, Idec, diz que a proposta é boa, mas acha que os bancos precisam melhorar mesmo os sistemas de segurança da informação.
“É necessário sim um aprimoramento, a gente já tem até bancos que criaram plataformas próprias para você navegar. Então, se essa medida ganhar dimensão e for utilizada por outras instituições, que certifique ao consumidor que aquele ambiente que ele vai disponibilizar é seguro para navegação”, afirma a economista do Idec, Ione Amorim.
Não existe prazo para que as maiores instituições bancárias brasileiras ofereçam essa novidade. Em nota, a Febraban informou que os bancos vão analisar os procedimentos para garantir integridade, autenticidade e segurança das informações e documentos eletrônicos exigidos no processo para abertura de conta pela internet.

FONTE: http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2016/04/clientes-de-banco-vao-poder-abrir-e-fechar-contas-pela-internet.html