Nova doença transmitida pelo Aedes chega ao Brasil

Pesquisadores da Universidade de São Paulo confirmaram que mais uma doença pode ser transmitida pelo Aedes aegypti. É a "febre da floresta" causada por um vírus que circula na Amazônia. Os sintomas são parecidos com a dengue, e em casos raros pode causar meningite.

No interior de São Paulo, cientistas da USP diagnosticaram uma paciente com Oropouche, um vírus típico da Amazônia, mas que foi contraído durante uma viagem à Bahia. 

Geralmente, a doença é transmitida pelo mosquito conhecido como borrachudo, mas testes de laboratório mostram que a infecção também pode se dar pela picada do Aedes aegypti, que também transmite a já citada dengue, além da chikungunya e zika. 






Microcefalia 

Entre todas as doenças transmitidas pelo Aedes aegypt, a que mais preocupa é a zika pela possibilidade de provocar má formação do feto durante a gravidez. Desde o início do ano passado, o Brasil registrou 3.174 casos suspeitos de microcefalia, um terço em Pernambuco. 

Uma das dificuldades no combate à zika é a comprovação da presença do vírus no organismo. Os poucos laboratórios que oferecem o serviço no país mandam as amostras para análises na Europa. Por isso, na maioria das vezes, o diagnóstico é feito apenas com base nos sintomas do paciente, que podem ser os mesmos de outras doenças.

Os casos são tratados como suspeitos. A microcefalia só é constatada mais tarde, conforme o crescimento do bebê. E a relação com o zika também é outra suspeita. A conexão entre as duas doenças foi comprovada cientificamente, mas, pela dificuldade de exames, relacioná-las caso a caso ainda é um desafio para os médicos.

Fonte: http://vivabem.band.uol.com.br/saude/noticia/100000788705/aedes-aegypti-transmite-nova-doenca-.html