CRISE: RIO DE JANEIRO A BEIRA DA "FALÊNCIA"

A foto acima foi feita na quinta-feira, 7 de janeiro, no posto do Detran da rua Machado de Assis, 80.
Fica bem pertinho do Largo do Machado, na zona sul carioca.
É mais um retrato do caos no Estado do Rio de Janeiro governado por Luiz Fernando Pezão, sucessor de Sérgio Cabral, seu correligionário e padrinho.
A imagem foi registrada por uma surpresa cidadã.
O banheiro não é feminino, mas de todos os sexos.

Sem papel higiênico, funcionários cortaram pedaços de jornal para a limpeza íntima dos contribuintes que buscam os serviços do Detran.
As tiras de jornal são penduradas nas barras destinadas a cadeirantes.
“Jingle bells, jingle bells, acabou o papel'' era apenas uma musiquinha a animar o Natal da gurizada. “Não faz mal, não faz mal, limpa com jornal…''.
Os jornalistas nunca duvidamos que, ao fim da jornada, jornais servissem para embrulhar peixes _no Rio, a legislação proíbe.
Há episódios dramáticos nos dias sombrios que vivemos aqui, com gente desenganada sem ser atendida nos hospitais.
Os recortes de jornal no banheiro do Detran estão longe disso.
Mas são resultado do mesmo desatino, do mesmo desrespeito.

Nota do Detran-RJ, enviada no fim da tarde
Sobre a nota publicada nesta segunda-feira no blog (11/1), o Detran informa que o banheiro é aberto ao público de maneira geral, inclusive para quem não é cliente do departamento. Já os pedaços de jornal sobre o apoio para idosos e deficientes físicos não foram postos ali nem por funcionários do Detran e nem pela empresa responsável pela limpeza e conservação do lugar.
Fonte- http://blogdomariomagalhaes.blogosfera.uol.com.br/2016/01/11/sem-papel-higienico-banheiro-do-detran-oferece-jornal-para-limpeza-intima/?cmpid=fb-uolnot